A construção do sentido de amor no dorama O rei eterno

uma análise discursiva

Autores

DOI:

https://doi.org/10.56242/revistaveredas;2023;6;12;112-127

Palavras-chave:

Análise do discurso, Amor, O rei eterno

Resumo

Este artigo visa analisar os dizeres sobre o amor dentro de uma perspectiva discursiva. Procuramos observar os efeitos de sentido de amor na materialidade verbo-visual de gênero dramático, de origem oriental, na série O rei eterno, um dorama. Acreditamos que o amor se mostra como um constructo social nesse gênero e, em especial, na série O rei eterno, delimitado por sua formação discursiva de caráter heterogêneo que contribui para a manutenção das relações de força existente em sociedade. Para tal percurso investigativo, utilizaremos o ferramental teórico da Análise do Discurso, com uma prática analítica orientada por seus princípios e procedimentos, especificamente as formações ideológicas, atravessada ainda pelas noções de ethos na perspectiva de Maingueneau (2004). Ao final, compreendemos como os dizeres sobre o amor funcionam no gênero dorama e se torna, com o amparo do discurso de resistência feminino, mais uma opção de entretenimento e mais um subproduto comercializável.

Biografia do Autor

Mariana Araujo de Souza, Professor da Universidade Federal do Tocantins (UFT)

Graduanda em Letras pela Universidade Federal do Tocantins (UFT).

Thiago Barbosa Soares, Universidade Federal do Tocantins (UFT)

Possui graduação em Letras, português/inglês, pela Universidade do Vale do Sapucaí (2009), em Psicologia pela Universidade Paulista (2014) e em Filosofia pela Universidade de Franca (2014), especialização em Estudos Literários pela Faculdade Comunitária de Campinas (2013), mestrado em Linguística pela Universidade Federal de São Carlos (2015) e doutorado em Linguística pela Universidade Federal de São Carlos (2018). É líder do Grupo de Estudo de Análise do Discurso (GEsTADI - UFT) e membro pesquisador do Grupo de Estudos em Análise do discurso e História das ideias linguísticas (VOX - UFSCar). É editor-chefe da revista Porto das Letras (ISSN - 2448-0819) vinculada ao programa de pós-graduação em Letras da UFT. Atua como professor nos cursos de graduação em Letras e de pós-graduação stricto sensu em Letras da Universidade Federal do Tocantins no campus de Porto Nacional. Coordenou o Programa de Pós-Graduação stricto sensu em Letras (PPGLetras) da Universidade Federal do Tocantins (UFT) de janeiro de 2022 a janeiro de 2023. É bolsista de produtividade do CNPq (PQ-2), com experiência de pesquisa na área de Linguística, com ênfase em Análise do Discurso francesa, atuando principalmente nos seguintes temas: mídia, sucesso, teoria e análise do texto.

Damião Francisco Boucher , Professor da Universidade Federal do Tocantins (UFT)

Mestre em Letras com ênfase em Análise do Discurso; atuação nas áreas de Texto, Discurso e História pela Universidade Federal do Tocantins; Pós-graduado em Análise do Discurso Político e Jurídico pela Faculdade Unyleya do Rio de Janeiro; Pós-graduado em Psicologia Junguiana pela Faculdade Unyleya do Rio de Janeiro; Licenciatura em Letras - Português e Inglês e Respectivas Literaturas pela Universidade Federal do Tocantins.

Referências

GHIRALDELLI, Paulo. Como a filosofia pode explicar o amor. São Paulo: Universo dos livros, 2011.

GLÓRIA DE JESUS, Sabrina; BOUCHER, Damião Francisco; SOARES, Thiago. Barbosa. João e Maria e Maria e João: a atualização de sentidos no encontro com a bruxa. Porto das Letras, [S. l.], v. 9, n. 1, p. 120–135, 2023. DOI: 10.20873.jmmj1. Disponível em: https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/portodasletras/article/view/15524. Acesso em: 15 jul. 2023.

LACAN, Jacques. (1959 – 60) O seminário, livro 7: A ética da psicanálise. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1997.

MAINGUENEAU, Dominique. Análise de textos de comunicação. Trad. Cecília P. de Souza e Silva e Décio Rocha. 3ª ed. São Paulo: Cortez, 2004.

MAINGUENEAU, Dominique. A propósito do ethos. In: MOTTA, Ana Raquel; SALGADO, Luciana (Orgs.) Ethos discursivo. São Paulo: Contexto, 2008b. p. 11-29.

ORLANDI, Eni. Análise de Discurso: princípios e procedimentos. 12ª ed. Campinas, SP: Pontes Editora, 2015.

ORLANDI, Eni. A linguagem e seu funcionamento: as formas do discurso. 6ª ed. Campinas, São Paulo: Pontes, 2011.

PÊCHEUX, Michel. Análise automática do discurso. In: GADET, F.; HAK, T. (Orgs). Por uma análise automática do discurso: uma introdução à obra de Michel Pêcheux. Trad. Bethânia S. Marianni et al. 4ª ed. Campinas, SP: Ed. Unicamp, 2010. p. 75-116.

PÊCHEUX, Michel. Língua, linguagem, discurso. In: PIOVEZANI, C; SARGENTINI, V. (Orgs.). Legados de Michel Pêcheux: inéditos em análise do discurso. São Paulo: Contexto, 2011.

PÊCHEUX, Michel. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. 4, Ed. Campinas: Editora da UNICAMP, 2009.

SOARES, Thiago Barbosa. Percurso linguístico: Conceitos, críticas e apontamentos. Campinas, SP: Pontes Editores, 2018.

SOARES, Thiago Barbosa. Percurso discursivo: heterogeneidades epistemológicas aplicadas. Campinas, SP: Pontes Editores, 2022.

Downloads

Publicado

2023-12-14

Como Citar

ARAUJO DE SOUZA, M. .; BARBOSA SOARES, T.; FRANCISCO BOUCHER , D. A construção do sentido de amor no dorama O rei eterno: uma análise discursiva. VEREDAS - Revista Interdisciplinar de Humanidades, [S. l.], v. 6, n. 12, p. 112-127, 2023. DOI: 10.56242/revistaveredas;2023;6;12;112-127. Disponível em: //periodicos.unisa.br/index.php/veredas/article/view/493. Acesso em: 28 fev. 2024.