A Educação Feminina no Livro A Vindication of the Rights of Woman de Mary Wollstonecraft (1792)

Autores

  • Isabela Candeloro Campoi Universidade Estadual do Paraná, campus Paranavaí
  • Bruna Letícia da Silva Massuia

Palavras-chave:

Mulheres. Educação. Inglaterra.

Resumo

A principal obra em defesa dos direitos das mulheres no século XIX, considerada fundadora do feminismo moderno, A Vindication of the rights of woman de Mary Wollstonecraft foi publicada em 1792 em Londres. O artigo aqui apresentado discute as expectativas sobre a educação feminina naquele contexto, a receptividade da obra no século seguinte, além de apresentar aspectos biográficos de Wollstonecraft. A autora apresenta críticas ácidas ao modelo de ensino feminino em voga no século XVIII e rebate intelectuais que tratam do tema educação, tais como Jean Jacques Rousseau, Pierre Roussel e Edmund Burke. Também foram consideradas as profundas transformações que afetaram o mundo ocidental e o universo das ideias com foco na construção dos papéis de gênero.

Downloads

Publicado

2019-07-01

Como Citar

CAMPOI, I. C.; MASSUIA, B. L. da S. A Educação Feminina no Livro A Vindication of the Rights of Woman de Mary Wollstonecraft (1792). VEREDAS - Revista Interdisciplinar de Humanidades, [S. l.], v. 2, n. 3, p. 133-152, 2019. Disponível em: //periodicos.unisa.br/index.php/veredas/article/view/62. Acesso em: 28 fev. 2024.