Arte e narrativa como crimes na cidade

a criminalização das contradições no espaço urbano em Belo Horizonte

Autores

DOI:

https://doi.org/10.56242/revistaveredas;2022;5;10;234-257%20

Resumo

O presente artigo é um excerto da pesquisa de mestrado em curso no Programa de Pós Graduação em Geografia da Universidade Federal de Minas Gerais, na área de concentração Produção do Espaço. Desde sua monografia, a pesquisadora responsável se debruça sobre a produção do espaço e seus entrelaces com a prática cultural na metrópole, com destaque para as culturas urbanas que se manifestam nos espaços públicos. Na referida pesquisa, com foco para obras de arte visual em espaços públicos, a pesquisadora dedicou-se a analisar as relações da recepção da arte de rua em Medellín, São Paulo e Belo Horizonte com o processo de (re)produção do espaço nestas cidades. Aqui, serão apresentados os resultados parciais da pesquisa no que se refere a Belo Horizonte.

Referências

BARBOSA, J. N. A arte de representar como reconhecimento do mundo: o espaço geográfico, o cinema e o imaginário social. Geographia, v. 2, n. 3, p. 69-88, set.

Disponível em: https://periodicos.uff.br/geographia/article/view/13375. Acesso em: 18 jul. 2021.

BENGTSEN, P. Stealing from the public: the value of street art taken from the street. In: ROSS, J. I. (ed.). Routledge handbook of graffiti and street art. Londres: Routledge, 2016. p. 456-468.

BLANCO, J. R. Artistic utopias of revolt: claremont road, reclaim the streets and the city of sol. [S. l.]: Springer International Publishing, 2018.

BRASIL. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Lei nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998. Dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente e dá outras providências. Brasília: Planalto Gov Br, 1988. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9605.htm. Acesso em: 8 jul. 2021.

CAMPOS, E. B. V. Grafite: manifestação artística presente no estado de São Paulo e suas implicações sociais e culturais. Revista Científica do Centro Universitário de Jales, edição 10, p. 74-94, dez. 2019. Disponível em: https://reuni.unijales.edu.br/edicoes/14/edicao-completa.pdf. Acesso em: 8 jul. 2021.

CASTELLANOS, P. Muralismo y resistencia en el espacio urbano. Revista de Estudios Urbanos y Ciencias Sociales, Almería, v. 7, n. 1, p. 145-153, 2017. Disponível em: http://www2.ual.es/urbs/index.php/urbs/article/view/castellanos. Acesso em: 8 jul. 2021.

COSGROVE, D. A geografia está em toda parte: cultura e simbolismo nas paisagens humanas. In: CÔRREA, R. L.; ROSENDAHL, Z. Geografia cultural: uma antologia. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2012. p. 219-237.

CUCHE, D; MAHLER, P. La noción de cultura en las ciencias sociales. Buenos Aires: Ediciones Nueva Visión, 1999.

CURA (Belo Horizonte). Ação ilegal e de cunho racista da polícia civil busca prender artistas e organizadoras do CURA. Belo Horizonte, 1 fev. 2021a. Facebook: CURA - Circuito Urbano de Arte. Disponível em: https://www.facebook.com/curafestival/posts/3601452799972211. Acesso em: 17 jul. 2021.

CURA (Belo Horizonte) [Postagem do facebook]. Belo Horizonte, 18 fev. 2021b. Facebook: CURA - Circuito Urbano de Arte. Disponível em: https://www.facebook.com/curafestival/posts/3643421492442008. Acesso em: 17 jul. 2021.

GARCIA, G. Mural da artista criola pode ser apagado por decisão judicial em Belo Horizonte. ARTE! Brasileiros. [S. l.], 25 nov. 2020. Disponível em: https://artebrasileiros.com.br/por-ai/criola-apagamento-mural-cura-bh/. Acesso em: 17 jul. 2021.

KLEIN, N. Sem logo. Rio de Janeiro: Record, 2002.

LEFEBVRE, H. La production de l’espace. Paris: Anthropos, 1974.

LEFEBVRE, H. La presencia y la ausência: contribución a la teoría de las representaciones. México: Fondo de Cultura Económica, 1983.

LOPES, C. Compilado de comentários feitos nos sites dos veículos jornalísticos G1 e Hoje em Dia. 25 nov. 2020. 1 figura.

LIMA, C. M. S. As transformações dos usos do espaço público: a rua sapucaí em Belo Horizonte (MG). 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Geografia) – Instituto de Geociências, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2019.

MARQUEZ, R. Arte pública. PISEAGRAMA, Belo Horizonte, n. 12, p. 108-119, 2018. Disponível em: https://piseagrama.org/arte-publica/. Acesso em: 8 jul. 2021.

MELLO, M. A. S.; VOGEL, A.; MOLLICA, O. Quando a rua vira casa: a apropriação de espaços de uso coletivo em um centro de bairro. 4. ed. Rio de Janeiro: Eduff, 2017. Disponível em: https://revistas.ufrj.br/index.php/ae/article/download/19128/12571. Acesso em: 8 jul. 2021.

NASCIMENTO, D. M. O sistema de exclusão na cidade neoliberal brasileira. Marília, SP: Lutas Anticapital, 2020.

PENNACHIN, D. L. Subterrâneos e superfícies da arte urbana: uma imersão no universo de sentidos do graffiti e da pixação da cidade de São Paulo [2002 a 2011]. 2011. Tese (Doutorado em Artes) – Escola de Belas Artes, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2011. Disponível em: https://repositorio.ufmg.br/handle/1843/JSSS-9GHJ87. Acesso em: 8 jul. 2021.

QUIJANO, A. Colonialidade, poder, globalização e democracia. Novos Rumos, [s. l.], ano 17, n. 37, p. 4-28, 2002. Disponível em: https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/novosrumos/article/view/2192. Acesso em: 8 jul. 2021.

RANCIÈRE, J.; LOPES, Â. L. (trad.). O desentendimento: política e filosofia. São Paulo: Editora 34, 1996.

RANCIÈRE, J. A estética como política. Devires, Belo Horizonte, v. 7, n. 2, p. 14-36, jul./dez. 2010. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/5091611/mod_resource/content/1/Raciere%20a%20est%C3%A9tica%20como%20pol%C3%ADtica.pdf. Acesso em: 8 jul. 2021.

SERPA, A. O espaço público na cidade contemporânea. [São Paulo]: Editora Contexto, 2007.

SILVA, E. B. Imagens de transformação e resistência na apropriação do espaço urbano de Belo Horizonte. 2020. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo) – Programa de Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo, Escola de Arquitetura, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2020. Disponível em: https://repositorio.ufmg.br/handle/1843/35311. Acesso em: 8 jul. 2021.

VASCONCELLOS, C. M. Imagens da revolução mexicana: o museu Nacional de História do México 1940-1982. São Paulo: Humanitas, 2007.

WERNECK, N. Cura protesta contra investigação policial por pichação em prédio de BH. Estado de Minas Gerais. [Belo Horizonte], 13 fev. 2021. Disponível em: https://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2021/02/13/interna_gerais,1237557/cura-protesta-contra-investigacao-policial-por-pichacao-em-predio-de-bh.shtml. Acesso em: 17 jul. 2021.

Downloads

Publicado

2022-12-15

Como Citar

SOARES LIMA, C. M. Arte e narrativa como crimes na cidade : a criminalização das contradições no espaço urbano em Belo Horizonte . VEREDAS - Revista Interdisciplinar de Humanidades, [S. l.], v. 5, n. 10, p. 234-257, 2022. DOI: 10.56242/revistaveredas;2022;5;10;234-257 . Disponível em: //periodicos.unisa.br/index.php/veredas/article/view/304. Acesso em: 13 jun. 2024.